quinta-feira, 26 de agosto de 2010

De dramaturgia ...

O que guardo aqui é que ...

cena um
ela dizia (mexia o cabelo, queria atenção): É que às vezes me sinto só, parece que aparece quando quer e quando tem o que quer, vai embora ... E quando quer, chega tarde ...E eu..
ele: Aff, você parece minha mãe de nhenhenhê com meu pai, que saco! Oras.... mimimimi! Só reclama, pÔ!
ela: Mas eu não estou te cobrando...Só gostaria que entendesse como me sinto... Não é possível que você não sinta falta, um pingo de saudade ...Eu tão aqui te dando sopa ( pensa "seu trouxa de maerda") - com tanta vida, na flor da idade ... E você ... - fazia charme porém sem sucesso.
ele ( descontrolado, com olhos em fúria): eu não entendo muié , você dá a mão, quer o braço, os membros, quer mais e mais ...
ela chora...
ele dorme como se nada tivesse acontecido ...
Amanhece e ele levanta, vai ao banheiro.Volta.
ele: estou indo, tá? - lhe dá um beijo na testa , se veste e sai ...
Ela dorme até acabar seu profundo sono.

cena dois

Ela levanta, se arruma ... Vai para o almoço ... Volta e discute sobre o telefone que não tocou.Frente ao espelho.

ela: Ah, eu não vou ligar, ORAS, MULHER! Onde está cá o teu valor? Agora muié tem que se contentar com o pouco , tem que implorar a troca, o sentimento, o companheirismo? AH , MAS NÃO VOU LIGAR ! Acho que preciso mesmo de uma boa @%$, porque só assim para a queridinha aqui sossegar desta falta horrenda! LIGO NÃO! Se assim for... Começarei a cobrar e ter agenda com hora marcada... Onde já se viu! Não, mulher... Larga de ser idiota, te olha, acorda pra jesus...ha ! Acorda ...Mas vai, toca telefone... Toca ....

(( toca o telefone))

ela:Alô, MÂE? Ahhhh sim..... Tudo bem, tudo certo ... Aham! Sério? Que ótimo ... E o pai, está bem ?...sim sim ... Nâo, não sei ....

-------------Olha pela sacada ... Cai o fim da tarde ...---------------

ela: Merda ... O jeito é ... É ....




Nenhum comentário:

Postar um comentário

o som que vem de lá !

Loading...