quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Das relações escassas

Bom, como um amigo um dia me disse num almoço esses dias " Nossa! Quando você escreve fica bem explícito - É pra você fulano de tal !- hahaha, quase nestas palavras ...".Mas na verdade a proposta não é certamente esta. A proposta é discutir e colocar certos pontos de vista para fora. Uma forma de escrita-desabafo. É claro, que os mais chegados sabem muito bem do que estou querendo dizer e coisa e tal. Mas é um ponto de vista. Não vai ferir ninguém. Por isso é aberto para comentários.
Hoje quero discutir a relação de um ponto de vista mequetrefe. Ontem fiquei inquieta com uma situação de uma 'chegada' minha. Não citarei nomes. Não estou julgando ninguém também.
Dizia ela que estava passando por uma situação delicada. Tivera uma conversa com um colega através da net e o papo foi esquentando, embora nada tivera acontecido no 'tet a tet', e embora ela conhecesse a namorada do fulaninho. E claro, como o mundo sempre conspira e isso eu não abro mão - pausa para uma grandiosa gargalhada - NÃO É QUE A GAROTA DESCOBRIU! OH! Deus meu !
Pois então, minha chegada, ficou apavorada ..."Que será que poderia acontecer depois disso tudo?".
-----------------------
Pausa agora para um momento flash back.
"estava eu, mijando horrores, de minuto em minuto depois de passar uma manhã no soro com problema no meu saudoso rim ... Quando meu love affair ( não citarei nomes novamente ), dormia e eu tentava bolar adesivos para o doce do meu pai no computador do ciclaninho ... Quando de repente, não mais que de repente ... OH! EU DESCOBRI ! O MUNDO CONSPIROU MAIS UMA VEZ AO MEU FAVOR ! ---pausa para a grandiosa gargalhada de temor ----Pois então (parte II).
Descobrira uma conversa de msn deletada com a seguintes frases do meu lov affair para sua estágiária: --não daria para levar a cam para o bwc?--
-----------------------
O quanto que euzinha não chorei nos braços desta minha amiga pela canalhice do meu lov affair.... Ela que me acolheu, me distraindo da desgraça ...
-----------------------
Agora um tempo depois, bom tempo....
Esta minha mesma amiga , me liga dizendo que fez o mesmo que outrora havia me causado pânico e nojo, desgosto e ódio, vontade imensa de cortar em pedaços o que chamavam de pinto ( no português, sentido figurado) ,enfim... História superada, não entrarei em detalhes.
-----------------------
Mas a moral da história é que minha cara, ficou tão mal que pediu desculpas a namorada do fulaninho, sem sucesso, e está desapontada ... Que gerou todo esse conflito para o casal e coisa e tal.
-----------------------
E eu fiquei triste contudo e claro, sinto muito por todo mundo deste triângulo. Sinto dó do rapazinho que ficou doido e ligava para minha amiga induzindo o que ela deveria dizer, caso a namorada entrasse em contato. Isso é triste de ouvir, é tão baixo ... Ele que tanto fez, e instigou, agora com o fiofólis não passando uma agulha ... --------- PAUSA PARA NOSSA SAUDOSA GARGALHADA -----------.
Olha, eu admiro muito ...... E depois falam que as mulheres andam muito vulgares e coisa e tal.
Pra mim, homem safadão, ou mesmo que se faça de, tem que ser digno para levar galho na cabeça ... É única coisa que se atribui a eles. LEVANDO GALHOS COM DIGNIDADE. Deveria ser a nova marchinha do carnaval 2011. Não é uma crítica aos homens. Pode acontecer do contrário também, sem dúvidas.
Mas o que gostaria de levantar aqui, é que as relações estão escassas de transparência, escassas de amor, relações muito individualistas, mas no ponto de vista do egoísmo. Ninguém quer compromisso, ninguém se abre para o verdadeiro. Eu acredito no verdadeiro e sei que é difícil encontrar.
O relacionamento é mais que uma rapidinha ali, mais que um papo sem vergonha na net, mais que muio mais. E a sociedade não está preparada para receber o divino, o bom , o belo. A sociedade também não quer e não se esforça por merecê-lo. Porque o bom é o simples, o belo está nas minuciosas coisinhas, nos gestos, no tom da voz ... No olhar ...
Enquanto isso vamos vendendo sexo, apelando em todos os meios de comunicação, vamos padronizando os peitos, as bundas, vamos tendo vidas virtuais intensas, vamos nos fechando, obtendo estresse - pq agora é moda neste hábito de vida urbano mundano - vamos comendo enlatados, recheados, vamos cultivando a obesidade, o caos, e nos frustrando em não ter a bunda ideal, o peito ideal, em não conseguir enxergar o membro inferior logo abaixo da pança ... Eita ciclo vicioso ...
Só queria chamar atenção das relações escassas ...
Paz e amor, alegria a todos ...
Vamos nos esforçar em ser melhores com nós mesmos, com o próximo. RESPEITO ! VAMOS CULTIVAR O RESPEITO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

o som que vem de lá !

Loading...